A Conab teve sucesso no novo pregão de apoio à comercialização da Safrinha com 100% das ofertas negociadas

01/08/2017 12:45:27

A Conab - Companhia Nacional de Abastecimento -  deu continuidade aos pregões e ofertou 752 mil toneladas entre o Prêmio para Escoamento de Produtos (PEP) - 60 mil e o Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (PEPRO) - 692 mil toneladas, tendo todas vendidas e bem disputadas. Com o Mato Grosso tendo o maior volume, sendo 632 mil toneladas e tudo negociado com prêmios que variaram dos R$ 3,37 aos R$ 4,08 por saca, sendo que a abertura começou nos R$ 5,79 e variou até os R$ 6,45. Para Goiás, foram 30 mil toneladas de PEP, todas negociadas nos R$ 3,486 por saca de Prêmio e outras 30 mil toneladas de PEPRO, também 100% negociadas nos R$ 4,35 de Prêmio, ambos abaixo dos R$ 4,71 da abertura. Para o Mato Grosso do Sul, também foram 30 mil toneladas de PEP com fechamento de R$ 4,086 e 30 mil toneladas de PEPRO, que encerrou nos R$ 3,60 por saca, ambos abaixo dos R$ 5,55 da abertura. Nota-se que a Conab melhorou os Prêmios nos últimos dois pregões e, assim, os resultados foram positivos, vendendo quase tudo. Com este pregão, o volume acumulado de negócios com apoio de PEP, PEPRO e Opções chega à casa das 6,8 milhões de toneladas. Lembrando que o governo mostrou intenção em apoiar entre 8 a 9 milhões de toneladas ou até mais, sendo que são R$ 800 milhões para o apoio à comercialização da Safrinha. Nesta próxima semana, dia 3 de agosto, a Conab vem com mais um pregão de apoio ao Milho e, desta vez, com dois editais, sendo o PEP com 60 mil toneladas, metade para o MS e metade para Goiás. Vem também com 692 mil toneladas em PEPRO, sendo 632 mil toneladas para o Mato Grosso, 30 mil toneladas para Goiás e 30 mil toneladas para o Mato Grosso do Sul. Desta forma segue dando apoio à comercialização e, caso haja um bom desempenho, caminhará para faixa das 7,5 milhões de toneladas via apoio de contratos do governo.

Fonte: Bradalizze


Siga a Arysta