Conab ofertou 900 mil toneladas de milho essa semana em contratos de PEP e PEPRO

11/07/2017 10:39:25

O mercado do Milho da Safrinha segue atuando nos pregões da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para apoio à comercialização, com o novo pregão da semana, que negociou um pouco mais de 307,9 mil toneladas entre o Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (PEPRO) e o Prêmio para Escoamento de Produtos (PEP). O PEP veio com 180 mil toneladas ofertadas e 70 mil toneladas negociadas, sendo que Goiás, que tinha 60 mil toneladas ofertadas, não mostrou interesse pelos contratos, pois achou os R$ 0,48 por saca um prêmio muito baixo. Mato Grosso do Sul negociou 10 mil toneladas das 60 mil toneladas ofertadas com prêmio de R$ 1,32 por saca e Mato Grosso negociou todas as 60 mil toneladas, com prêmios de R$ 2,27 aos R$ 3,25 por saca. Já o PEPRO, com 720 mil toneladas ofertadas, teve 237,9 mil toneladas negociadas, sendo tudo do Mato Grosso, sem interesse nos contratos de Goiás e Mato Grosso do Sul, as quais reclamaram que os prêmios estão muito baixos. No acumulado das negociações até agora, somando com alguns editais de Opções, já foram mais de 5.338 mil toneladas em contratos de apoio, de uma previsão de 7 a 8 milhões de toneladas. O governo está fazendo o que prometeu, mas os produtores de Goiás e Mato Grosso do Sul reclamam que os prêmios locais são muito baixos.

Nesta nova semana, no próximo dia 13, teremos nova rodada de pregão, com 1,2 milhão de toneladas em ofertas, sendo 320 mil toneladas de PEP, com 100 mil cada, MS e GO, além de 120 mil toneladas para o MT. O restante é proveniente das 880 mil toneladas do PEPRO, sendo que 200 mil toneladas cada para GO e MS e 480 mil toneladas para o MT. Existem boas expectativas para o MT novamente.

Fonte: Brandalizze


Siga a Arysta