Milho: exportações surpreendem, podendo atingir recorde histórico

18/12/2017 17:31:13

O início do último mês do ano surpreendeu os produtores de milho, que viram a volta dos compradores, ocupando espaços que estavam em aberto em navios de dezembro, e adquirindo novas posições ainda para o final do ano e início de janeiro. Nos oito primeiros dias úteis do mês, foram 1.422,7 mil toneladas embarcadas, mostrando movimento muito acima de novembro.

O ano de 2017 vinha em ritmo forte até outubro, quando perdeu velocidade e indicava fechamento com 27 milhões de toneladas, sendo o segundo melhor ano da história. No entanto, com a movimentação de dezembro e a expectativa de novos embarques, há a chance de se atingir a marca de 29 milhões de toneladas acumuladas ao longo do ano, número difícil de ser conquistado, tendo em vista o feriadão de Natal e fechamento de ano, mas não impossível. Caso seja atingido, será quebrado o recorde histórico das exportações de milho do Brasil, que se deu em 2015, com 28.901 mil toneladas embarcadas. Em 2016, o volume caiu para 21.860 mil toneladas, em função da redução da safra e disparada dos preços internos do produto.

Neste final de ano, os negócios para o mercado do milho devem ser pontuais, já que nas duas próximas semanas as ofertas de caminhões para o transporte provavelmente se tornarão mais escassas. Desta maneira, não há espaço para alterações nos indicativos, podendo haver até mesmo leve pressão de baixa pelos poucos compradores que surgirem. Nos portos, o dólar em alta favorecerá ainda mais as negociações para embarques em janeiro.

Fonte: Brandalizze


Siga a Arysta